O método de aprendizagem de Feynman

Você já viu o filme Will Hunting ?

Este filme conta a história de Will, um rebelde talentoso, que vive no popular bairro de South Boston e que, muito cedo, recusa o futuro promissor que sua extraordinária inteligência poderia lhe dar. 

Uma noite, Will e seu grupo de amigos vão tomar uma bebida em um bar. Um estudante de história do primeiro ano em Harvard vem vê-los e tenta ridicularizar Chukie, um dos amigos de Will, exibindo seu conhecimento na frente de todos. Aqui está a cena : 

Aluno de Harvard [para Chuckie]: Eu esperava que você pudesse me dar uma ideia da evolução da economia de mercado nas colônias do sul. Argumento que antes da Guerra Revolucionária, os arranjos econômicos, particularmente nas colônias do sul, poderiam ser definidos pelos termos pré-capitalistas…

Will: É normal que você apoie isso, você é um calouro e acabou de terminar o livro de um pequeno historiador marxista, Pitt Garrison provavelmente, e você permanecerá convencido até que em um mês você leia James Lemon, e lá você argumentará que a economia na Virgínia e na Pensilvânia era impulsionada por um espírito empresarial totalmente capitalista já em 1740, e isso durará até o próximo ano você regurgita Gordon Wood e suas visões sobre a pré-revolução e sua utopia, e os efeitos benéficos de capital de qualquer mobilização .

Estudante de Harvard: Acho que não, porque Wood tende a subestimar o impacto…

Vai:Wood tende a subestimar o impacto das distinções sociais baseadas na riqueza, especialmente a riqueza herdada. Você leu isso em Vickers? Trabalho em Essex County, página 98. Sim, eu li isso também, você ia regurgitar todos os livros para nós. Você tem uma ideia pessoal sobre o assunto? Então essa é a sua coisa, você vem a este bar, você despeja passagens obscuras de alguns livros e finge que essas são suas próprias idéias? E você está fazendo tudo isso só para impressionar uma garota e envergonhar meu amigo? O que é triste para um cara como você é que aos 50 você vai começar a pensar por si mesmo e vai descobrir que existem duas certezas na sua vida: primeiro, você não foi feito para pensar. E dois,

Gosto muito dessa cena do filme porque Will nos lembra que usar palavras complicadas e cuspir estupidamente coisas que aprendemos de cor não significa que as entendemos, muito pelo contrário.

espaço de trabalho
espaço de trabalho

Cultura é como geleia, quanto menos você tem, mais você espalha .

FRANÇOISE SAGAN

Somos todos mais ou menos culpados dessa impostura. Todos nós afirmamos saber coisas diferentes sobre assuntos diferentes, mas seria preciso alguém nos cozinhando um pouco sobre esses assuntos para revelar nossas muitas deficiências. 

Então, como você entende as coisas em profundidade?

Richard Feynman, um dos físicos mais influentes da segunda metade do século 20 e Prêmio Nobel de Física, desenvolveu durante sua carreira um método de aprendizado simples, mas eficaz, para entender qualquer assunto complexo. 

Neste artigo, veremos o que é esse método e como aplicá-lo.

Método de Aprendizagem em 4 Passos de Feynman

Passo 1: Escolha o assunto

O primeiro passo é simplesmente escolher o assunto que deseja aprender e escrevê-lo em uma folha em branco. 

Passo 2: Ensine a ideia

Na etapa 2, anotamos tudo o que já sabemos sobre o assunto, usando palavras simples e evitando ao máximo o jargão. Podemos possivelmente fazer analogias se isso ajudar. Temos que agir como se estivéssemos ensinando esse assunto para outra pessoa.

Nossas explicações devem ser tão simples que uma criança de 12 anos lendo nossas anotações possa entendê-las.

O objetivo deste exercício é colocar o dedo no que você realmente entende, mas também no que não está claro. Porque se você não sabe explicar um assunto usando termos simples, muitas vezes é sinal de que você realmente não entendeu.

rapaz focado
rapaz focado

Se você não pode explicá-lo de forma simples, você não o entende bem o suficiente. 

ALBERT EINSTEIN

Passo 3: Preencha as lacunas

Agora que sabemos o que não está claro, devemos ir em busca das informações que estão faltando para entender melhor. Para isso mergulhamos a cabeça em nossos livros, lemos artigos, assistimos a vídeos sobre o assunto, fazemos perguntas… Em suma, fazemos todo o necessário para entender as coisas que ainda são obscuras. 

Então, sempre na nossa folha em branco, completamos o conhecimento que nos faltava com os novos conhecimentos adquiridos, sempre nos certificando de fornecer explicações simples.

Se alguns conceitos ainda não estiverem claros, devemos repetir o exercício até que esteja 100% claro.

Passo 4 (opcional): Transmitindo nosso conhecimento 

Neste ponto, você deve conhecer o assunto bem o suficiente para poder explicá-lo a outra pessoa que não o conhece. É o teste final, é aquele em que realmente passamos nosso conhecimento. 

A vantagem de explicar o que aprendemos para outra pessoa é que essa pessoa poderá nos fazer perguntas que não necessariamente teríamos pensado, o que será uma oportunidade de aprofundar ainda mais o assunto.

Ao seguir este método de aprendizado de 4 etapas, pode-se aprender qualquer assunto em profundidade. 

Demonstre pensamento crítico

Matemática, física ou biologia são ciências exatas. Ninguém pode questionar que 1 + 1 faz 2 ou que existe uma gravidade terrena. Essas são verdades fundamentais. 

mapa mental
mapa mental

Por outro lado, há outros assuntos para os quais não há verdade e que, portanto, são fontes de debate. Estou pensando em particular na política, nas finanças, na economia, na filosofia, na religião e em todos os assuntos da sociedade em geral. 

Quando os estudamos, devemos saber ler nas entrelinhas, porque as obras dos autores que tratam desses assuntos muitas vezes têm um viés, assim como os jornalistas que escrevem os artigos que consultamos ou os palestrantes e outros especialistas. 

As informações que absorvemos são, portanto, sempre um pouco tendenciosas, o que pode dificultar o estudo desses assuntos. 

A melhor maneira de entendê-los objetivamente é dar um passo para trás.

Quando estudamos um livro, assistimos a uma palestra ou conversamos com alguém, devemos ter em mente que a informação pode ser potencialmente corrompida pela pessoa que a transmite. 

Pessoalmente, sempre que leio um livro sobre assuntos políticos ou sociais, por exemplo, sempre descubro o autor antes mesmo de ler a primeira página do livro. Quero saber quais ideias ele defende e quais são suas tendências políticas. Isso me permite distanciar-me do que leio e incorporá-lo ao meu pensamento.

Quando estudamos assuntos que não são baseados em verdades fundamentais, devemos, portanto, ser críticos. Esta é a melhor maneira de compreender objetivamente esses tópicos.

Conclusão 

O Método de Aprendizagem Feynman é uma maneira simples de aprender qualquer assunto complexo. Como lembrete, aqui estão as diferentes etapas a serem seguidas para aplicar esse método:

  • Passo 1: Escolha o assunto de estudo
  • Passo 2: Ensine a ideia como se estivesse explicando para uma criança de 12 anos
  • Passo 3: Preencha nossas lacunas 
  • Etapa 4: passar nosso conhecimento para outra pessoa

Explorando o Gamebucks: Transformando Opiniões em Inovação Gamer

O Gamebucks, uma criação visionária do programador brasileiro Carlos, celebrado como o Elon Musk...

Guia Essencial para Escolher a Agência de Marketing Digital Perfeita para o Seu Negócio

O marketing digital tornou-se uma ferramenta indispensável para empresas que buscam se destacar no...

Técnico Mecânico Hidráulico: Um Guia Completo Sobre a Profissão

A carreira de Técnico Mecânico Hidráulico é uma das mais fundamentais no setor industrial...